quarta-feira, 16 de agosto de 2017

4.Reencarnação Inconsciente: perda noturna de energia.(REPOSTAGEM)

Como “Reencarnação Inconsciente” é uma série com 11 textos-mensagens em continuidade um do outro, comece a leitura pelo texto nº 1 para total entendimento, porque a leitura de um só não lhe dará compreensão total.

Tenho ouvido aqui e ali, que alguns trabalhadores da Luz tem acordado muito cansados e esgotados pela manhã e seus sonhos são conflitantes e esgotantes, porque os seres do “esquadrão da hierarquia da falsa-luz” sugam toda a energia desses companheiros de Jornada, inconscientemente escravizados. Eles sequer percebem que “trabalham para a falsa-luz” e sentem-se como se levados à  terríveis combates durante o sono, porque a vibração é muito pesada. Em verdade, muitos tem terríveis sonhos onde se sentem fisicamente esgotados, e outros não conseguem de forma alguma, a visão do “Terceiro Olho” ou a Expansão de sua Consciência. É que suas energias tem sido sugadas pela hierarquia draco-reptiliana da  falsa-luz, que manipulam suas mentes, seus corpos e suas almas para se alimentarem dessas energias. Há Trabalhadores da Luz que estão, inclusive, “shipados” ou servindo de “cavalo” para os entrantes seres da hierarquia draco-reptiliana da falsa-luz e sequer percebem o que se passa.

É importante que cada ser humano tenha uma boa noite de sono para restaurar suas energias, mormente os Trabalhadores da Luz. Mas o que acontece é bem ao contrário: suas energias são roubadas, dirigidas para alimentarem os seres da hierarquia draco-reptiliana da falsa-luz. Quanto aos ainda presos à religião, orações religiosas e doutrinas, a perda energética é dissimuladamente maior, porque são “roubadas” pelos “seres da hierarquia  mentirosa” aos poucos, com freqüência,  a cada momento, diuturnamente, e sabem que podem contar com aquela “energia roubada”, porque os presos à religião, voltarão a dizimar e ouvir confiantemente as pregações de seus pregadores que trabalham para a luz(falsa).Acreditam por indução da igreja ou por tradição familiar, que tudo aquilo é verdade e “divino”. Quanta ilusão !!!
Já ouvi, inclusive, pessoas dizerem que a bíblia foi literalmente escrita pela mão de “deus” e que a religião foi trazida por “deus”. Quanta limitação !!!
Os “presos à fé” religiosa e a seus  hologramas,“perdem” energias apenas por balbuciar nomes e palavras de sua fé ilusória porque funcionam como um “mantra negativo”. Assim, quando um crente na sua “fé religiosa” invoca a ajuda de um holograma como “são Miguel”, “santa Maria”, etc.,etc., etc.,   cria-se um elo energeticamente negativo entre a pessoa e essa energia holográfica, afetando a energia do seu campo vibracional, e a hierarquia draco-reptiliana da falsa-luz se acerca mais e mais da pessoa, porque “sabe” que pode contar com a sua isca. Os seres draco-reptilianos da falsa-luz, sabem que será difícil convencer aos crentes religiosos sobre eles, sobre a mentira do karma, dos anjos, dos santos, da cruz, do batismo,  do “deus” holografado por eles que o ser humano imagina, etc., etc., mas mesmo assim, tem reforçado  suas “defesas” cada vez mais, inclusive já tem, na Europa, o país dos ingleses como “quartel general”. Também no Brasil eles já se acercaram e já tem as suas bases em Quarta Dimensão em lugares bem apropriados, infelizmente.

O esquadrão da luz(falsa) cria as guerras psíquicas de maneira mais “dócil e sutil” do que os seus companheiros das trevas. Muitos, inclusive, usam de termos bíblicos, religiosos, textos-mensagens “convincentes”, decoram dizeres bíblicos e nomes populares da “nova era de ouro” para serem vistos como “bonzinhos”, “dóceis” e tem enganado a muitos. Como eles são etéreos/multiformes, tem o poder de se transvestirem de figuras holográficas tidas pela igreja como “sacras” para enganarem os seres humanos. Alguns se transvestem de “anjos” e saem pelo espaço “voando” se mostrando ao povo em geral para causar comoção e reação de afeto levando as pessoas menos informadas a não suportarem o estado emotivo.
O fanatismo à crenças religiosas cresce a cada dia, infelizmente, porque a hierarquia da falsa-luz está ai para “lançar as suas iscas”. Esse fanatismo religioso tem matado a muitos inocentes do outro lado do mundo, inclusive com a prática da pedofilia, graças as iscas lançadas pelo esquadrão da hierarquia da falsa-luz.

Os seres da falsa-luz que estão à disposição do ”astuto-mentiroso e suas trevas”, querem controlar a raça humana custe o que custar, e por essa razão, procuram dissimular sutilmente para “não dar mancadas” e isso já aconteceu com muitos planetas como Marte, Plêiades, Arcturos... Veja, por exemplo, o “falso karma” criado por eles há séculos e levando as pessoas a se reencarnarem fora do propósito da Alma. A população marciana da superfície, foi quase que totalmente arrasada pelos draco-reptilianos, e os poucos que conseguiram escapar, vieram para a Terra. Por isso e tantos outros fatos verídicos, caros companheiros de Jornada, não se deixem enganar e busquem a Iluminação da Soberana Fonte nas suas meditações diárias.
Textos-mensagens canalizados produzidos pela falsa-luz, tiram o poder das pessoas com as suas energias deletérias, dai a importância de estarmos conscientes para saber discernir a Luz Divina  da falsa-luz e só crermos nas mensagens recebidas por amor, telepaticamente, porque elas são sentidas no coração, coisa que a hierarquia da falsa-luz não percebe. Religião e suas doutrinas produzem “emoção dissimuladas” mas a Luz Divina da Soberana Fonte produz “AMOR  INCONDICIONAL. A totalidade de canalizações recebidas, não deve ser levada em consideração mormente as incorporadas, porque não se pode comprovar a sua veracidade, absolutamente.

A solução para sair da dualidade draco-reptiliana é, primeiramente, quebrar  todos os acordos feitos  inconscientemente antes de se reencarnar,- portanto antes de deixar esta vida -  com todos os seres mal intencionados, com  a “hierarquia mentirosa” e com o “astuto-mentiroso ou demiurgo”. Ao quebrar os acordos, não se esqueça de reivindicar as energias que estavam com eles e em seguida, afirmar o seu compromisso de transcender os padrões de controle do “astuto-demiurgo” , não através de batalhas inúteis de natureza polarizada mas com bastante Força Energética e Amor por si mesmo à partir do chakra Cardíaco.
A quantidade de acordos feitos inconscientemente dentro da matrix, é surpreendente, por isso é recomendado que quebre os acordos com frequência, por mais sutis que sejam, como limitações, problemas de saúde, problemas financeiros, problemas como disfunções familiares, problemas de relacionamentos com amigos, negócios, trabalho, limitação religiosa, etc., etc., etc. Fortaleça a conexão com o seu Eu Superior, o Núcleo da Terra e o Núcleo Galático.
Lembre-se: Somos Luz Divina iluminados pela Deidade Solar!
Depois de alguns dias reforçando a quebra desses acordos, você sentirá uma grande melhora no sono, uma enorme sensação de liberdade e a sua vida terá uma continuidade muito mais espiritualizada. Não tenha medo; somos seres iluminados recuperando a nossa consciência divina “roubada” pela hierarquia da falsa-luz há centenas de séculos. Razão porque vivemos numa Terra antagônica levando uma existência conflituosa.
Não acredite nos seres que tentarem contato com você sem questioná-los.  Pergunte-os se estão fora da dualidade e dos padrões do “astuto-mentiroso”. Pode questioná-los sem medo. Os seres da Luz Divina tem sempre a satisfação de responder à qualquer pergunta, mas os fora da Luz Verdadeira, não gostam . Lembre-se que eles não se comunicam da mesma forma física dos humanos terrenos.
Somos seres da Fonte Divina, por isso já somos iluminados, apenas temos que recuperar esta consciência, dai, a grande importância de Quebrar os Acordos” com firmeza, energia e vigor.

No texto-mensagem n° 5 -  continuação deste texto-mensagem -,  há um modelo para ser usado na sua “Quebra de Acordos”.
                                                                                                       Thunna Burnama

                                                                                    (Continua...)
Thunna Burnama(Thunkásila Hehaka Phá)

sábado, 12 de agosto de 2017

3.Reencarnação Inconsciente: canalizadores/trabalhadores da luz sendo logrados(REPOSTAGEM)

OBS.: “ Reencarnação Inconsciente” é uma série com 11 textos-mensagens em continuidade um do outro, comece, pois,  a leitura pelo texto-mensagem nº 1 para total entendimento, porque a leitura de um só texto-mensagem não lhe dará compreensão total”.

Como os humanos da superfície da Terra estão “vivenciando o anestésico religioso” com seus logros, doutrinas, seres holográficos, gananciosas pregações e campanhas artificiosas que literalmente, enriquecem os seus pregadores, o movimento chamado de “nova era de ouro” criado pelo “astuto-mentiroso ou demiurgo” da “hierarquia draco-reptiliana da falsa-luz’, é um “prato cheio”, porque engana e burla grandemente o outro lado da massa na Terra. E o lado trevoso tem trabalhado ininterruptamente para ludibriar e iludir a todo o planeta. A matança, as guerras, a violência, o ódio, o escarnecimento, a miséria e os governos corruptos, são o alimento energético do demiurgo. Assim, se a religião vem cumprindo a sua missão de enganar, empobrecer e limitar devotos, enriquecer pregadores e iludir uma parte, a “nova era de ouro” logra e burla a outra parte.O “astuto-mentiroso ou demiurgo” controla a ambas – as trevas e a luz(falsa) ficando pois, a única grande verdade para o ser humano terreno:  a Soberana Fonte; e deve  buscar a sua origem como Luz Divina nas meditações diárias e no universo dentro de cada um. O Ser Humano jamais precisou de guias, condutores, pregadores, livros e/ou escritos religiosos criados pela ambição do homem, para buscar a Fonte Divina da Luz e da Vida, porque ele é Luz Divina, Ser soberano, proveniente da Soberana Fonte da Luz, do Poder e da Vida com o universo no seu interior, e o Universo é a Grande Consciência. Ele sabe e conhece o seu Caminho e o retorno à Fonte lhe é garantido pela Soberania da Fonte, do Poder e da Vida..
O ser humano jamais precisou deixar-se levar pelas ardilosas campanhas promovidas por igrejas e pregadores, que vendem simples objetos/amuletos  energizados com “comandos religiosos” limitadores à preços exorbitantes para tomar-lhe o dinheiro, quando isso é persuasão, instigação ou inferência. Induzem aos “menos avisados” a crer que aquele objeto ou amuleto que não tem energia espiritual,  lhes trará riqueza e/ou lhes garantirá um lugar no “paraíso”.Mas isso é fictício e dissimulado,  tanto quanto as curas de doenças “promovidas” pelos pregadores que são articulados pela hierarquia da falsa-luz. A grande verdade é que as pessoas  estão sendo usadas como “laranjas” pelo pregador e pelo “astuto-mentiroso”. Pelo pregador porque ele está sendo sustentado rica e luxuosamente com sua família, vivendo na ociosidade, improficuamente, e tomará o dinheiro nas mãos para gastá-lo como “dinheiro fácil”, no seu dia à dia; e pelo “astuto-mentiroso” que tomará boa parte das energias vitais das pessoas além de “tolhê-los à liberdade. Isso também acontece com mais agravos e exacerbações quando “um menos avisado” dá o dízimo à um pregador, porque não há simbiose energética, apenas ambição e cobiça por parte do pregador. O dizimista pode se iludir achando que “as coisas melhoraram” ou os “seus caminhos foram abertos”, e é exatamente isso que o “astuto-mentiroso” quer que o dizimista pense, para que ele aumente o  valor de seus dízimos e ofertas. É o plano do  “astuto-mentiroso” da “hierarquia draco-reptiliana da falsa-luz’ para fisgá-lo, definitivamente, na RODA DAS ENCARNAÇÕES INCONSCIENTES.
Mas se alguém ajuda financeiramente a uma pessoa proficiente, mas atualmente necessitada, há uma grande energia simbiótica de amor incondicional e gratidão.
Os seres humanos são seres de consciência da sua conexão com a Fonte Divina e como esta consciência não pode ser “tirada de nós” pelas forças trevosas, um plano foi “armado” no início dos tempos com as religiões e seus hologramas, para afastar esta CONSCIÊNCIA CONECTIVA o que levou a milhões de seres terrenos a se esquecerem de suas origens divinas e se prenderem à gananciosa religião com os seus artifícios gananciosos. O “astuto-mentiroso” se incumbiu de “penetrar” nos patriarcas da religião, pregadores, militares de altas patentes, políticos e governos mundiais para garantir a vitória de seus planos. São chamados de “entrantes”, que tomam a consciência do ser terreno sem que ele perceba. Em algumas situações, é muito possível para um clarividente avistar o ser reptiliano entrante, no corpo humano.
Ainda são muitos os seres na Terra de hoje, que creem e “garantem” a existência física ou etérea de muitos seres da Luz(falsa), como Jesus, anjos, santos, arcanjos, mestres da luz e seres benevolentes quando são, na verdade, iscas-holográficas criadas pelo “astuto-mentiroso” da “hierarquia draco-reptiliana da falsa-luz”. Em outras palavras, são apenas “símbolos que a igreja popularizou”, mas com ações draco-reptilianas. Todos os  escritos religiosos, por mais antigo que sejam, livros, orações e pregações são partes integrantes do plano do “astuto-mentiroso” que tem induzido a todos seres terrenos à se reencarnarem inconscientemente, se ligar a alguma religião, ser dizimista, ouvir pregações ardilosas, acreditar nas holografias como seres reais e divinos.
Para o “astuto-mentiroso” a religião é a chave que ele espera, pacientemente, abrir portas de conflitos internacionais  para a terceira guerra mundial, e assim receber a “pesada energia maquiavélica” como alimento de sua manutenção de vida. Essa “chave” já ‘abriu’ suficientes assassinatos, corrupção generalizada, atos imorais, suicídios, inquisições e carnificinas pelo mundo. O  comunismo que é genocídio, é uma delas para “eliminar” pessoas cultas e de bem.
A “hierarquia draco-reptiliana da falsa-luz”  engana com astúcia  os verdadeiros Servidores da Luz Divina em suas canalizações e isso pode ser facilmente detectado pelo clarividente/telepata. O mesmo acontece com doutrinas que usam da incorporação acreditando enganosamente ser “manifestação da Luz Divina”. As crenças doutrinárias usam essa prática da falsa-luz para que o “astuto mentiroso” cumpra o seu papel em ambos extremos: da falsa-luz e das trevas. Mas os seres da Luz Divina respeitam as Leis Universais que determinam  a liberdade soberana da Alma encarnada e que ser algum, pode sugar a energia de  outrem e/ou invadir o seu espaço soberano (incorporação) enquanto encarnado; o ser encarnado se governa pela vontade de sua Alma soberana.
Todos os textos-mensagens procedentes da hierarquia espiritual mentirosa, da falsa-luz, como, por exemplo, os de  Saint Germain, do Arcanjo Miguel e uma infinidades de outros hologramas  são  – na sua essência – sempre o mesmo. Se o leitor já estiver pronto para a Luz Divina e deixar de lado toda a sutileza de seus adjetivos amorosos e carinhosos  que a tornam aformoseada para enganá-lo, ele perceberá sem qualquer dificuldade. Busque toda a ajuda necessária no seu EU SUPERIOR para detectar os malefícios.
                                                                                                              
                                                                                             (Continua...)
Thunna Burnama (Thunkásila Hehaka Phá)


                                                                                    

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

2.Reencarnação Inconsciente:O universo do "astuto mentiroso ou demiurgo"(REPOSTAGEM)

No macrocosmo real, não há quem reverencie o holograma da “deidade terrena” e dos “mestres ascensos”,” mestres da luz”, “anjos”, “arcanjos”, “santos”, “cruz” e/ou “seres benevolentes”, mas no dissimulado e astucioso macrocosmo, eles são muito hábeis e astutos para sugar a energia do amor, do afeto  e da devoção dos seres terrenos de bom coração. Eles não estão no alinhamento da Fonte Divina da Luz e da Criação, mas sim no alinhamento perverso daquele que passa por criador para nos enganar, iludir e dominar : “o astuto-mentiroso ou demiurgo”.
Nos níveis mais altos da hierarquia da falsa-luz,  eles têm ciência plena que estão incluídos num sistema de sujeição e servidão, mas abonam as condições porque além de receberem “vasto poder”, também são reverenciados pelos seres dos estágios inferiores.
Os seres da “hierarquia espiritual”, como “os mestres ascensos”, “anjos”, “arcanjos” e “benevolentes”, por exemplo, se dizem alinhados com a luz divina  da “hierarquia espiritual” nas canalizações e incorporações que diuturnamente são levadas à Terra, o que não é, absolutamente, verdade; é pura indução cuja isca tem apreendido a grande maioria. Muitos aqui na Terra acabam por receber canalizações desses seres pensando que são provenientes da Luz Divina, quando são provenientes da hierarquia da falsa-luz, das trevas. Quanto mais pessoas se prender a qualquer estrutura religiosa formal, chamando por eles no seu dia à dia nas suas orações repetitivas,  fazendo sinais de crenças religiosas patriarcais, mais “alimento energético” é transferido dessas pessoas  para o “astuto-mentiroso” que se mantém no forte controle, graças aos hologramas engodados, por ele criado, que induzem os seres da Terra à servidão nas crenças religiosas, nas leituras, nos vícios e nos costumes religiosos hereditários. Muitos na Terra são enfraquecidos pela perda diária de suas energias e levados à doenças que os consomem. Muitos perdem, inclusive, o ânimo de buscar pela sua origem divina.
Um outro grande segredo deles, é que a grande maioria dos chamados “mestres ascensos ou mestres da luz” na sua hierarquia, jamais tiveram uma encarnação humana. É uma ceva astuta e muito hábil para apanhar a todos.
A tão falada “Nova Era”, é um excelente “prato cheio” para o “astuto-mentiroso”ou “demiurgo”, que com os seus inúmeros hologramas da falsa-luz, tem induzido a muitos de nós com os seus textos-mensagens-seduzidos à servi-lo inconsciente e infinitamente. A internet está repleta de textos-mensagens da falsa-luz abonados com os  seus hologramas, que muitas pessoas da Terra julgam ser  da Soberana Fonte. Como o povo terreno busca a aparência, os hologramas são criados com traços finos, de “seres” bonitos, amáveis, graciosos e meigos como excelentes armadilhas.
A Nova Era da maneira como está sendo exposta, só existe na inconsciência dos seres terrenos que estão manipulados pelo “astuto-mentiroso” com o seu vastíssimo número de hologramas, porque o próprio Cosmo em si, a desconhece dessa forma. O que está acontecendo,  é uma Transição Cósmica que é um processo natural de  evolução trazido pelo Ciclo Solar.
Somos Luz Divina e precisamos, urgentemente nos conscientizarmos dos fatos holográficos de indução, criados pelo “demiurgo”. Assim, “mestres ascensos, anjos, arcanjos, seres benevolentes, etc. etc.,” da “nova era de ouro”, são seres da mentirosa hierarquia espiritual; são todos falsos, do lado das trevas que fazem todo o jogo para aparecerem “bonzinhos, iluminados” para os seres da Terra que são ainda tridimensionais e nem todos podem perceber a grande farsa. A razão dessa despercepção, são as sucessivas reencarnações manipuladas, inconscientes, de nossas Almas desde o principio da Terra, quando os draco-reptilianos a invadiram para, sutilmente, escravizar e dominá-la para si. É o que foi claramente exposto no texto número 1, anterior a este.
O lado das trevas abarcou o seu papel de malevolentes prontos para matar, estuprar, torturar, maltratar praticando todo tipo de  perversão que leve ao extermínio ou tortura do ser terreno. Há, inclusive, mulheres que já foram estupradas no astral por esses seres e o estupro ainda continua por falta de informação consciente e desprendimento dos hologramas e crenças.
O lado “escuro”, “trevoso” foi planejado para fazer todo tipo de barbárie possível a fim de se assegurar que a grande maioria das Almas boas, corra diretamente para o outro lado, o lado “sutil, carinhoso”, da falsa luz que são as religiões patriarcais com suas doutrinas ou a falsa-luz da nova era de ouro – planejada por eles  - que é repleta de textos-mensagens(falsos), “mestres”, canalizações e outras que admitem a incorporação e doutrinas(falsas)). Como mencionei acima, a internet e as redes sociais estão repletos de textos-mensagens, refrões, versos, escritos, etc., da falsa-luz como iscas. A ganância de muitos os tem levado a se ocuparem como pregadores religiosos pela pesada influência energética do “astuto-mentiroso”, que a cada dia se constrói mais igrejas assediando a falsa-luz com os seus falsos escritos e pregações.
Como a nossa natureza é  Luz Divina, os prontos na Luz Verdadeira tem buscado dentro de si a Espiritualidade Superior nas meditações diárias e muitos Seres Conscientes da Alta Dimensão, tem-se encarnado na Terra para trazer Luz Divina, o que, de certa forma, tem dificultado as ações do “demiurgo” com toda a sua falsa hierarquia.
                                                                                                                  Thunna Burnama


                                                                                                    Continua...
Thunna Burnama(Thunkásila Hehaka Phá)


terça-feira, 8 de agosto de 2017

1.Reencarnação Inconsciente: A Roda da Encarnação Involutiva(REPOSTAGEM)

“Este é o texto-mensagem nº 1 da série “Reencarnação Inconsciente” com 11 textos-mensagens. Recomendo a leitura atenciosa de todos eles na ordem numérica cronológica para a compreensão total. O texto-mensagem nº 5, é um modelo de “Revogação dos Acordos feitos inconscientemente com a falsa-luz” do astuto demiurgo, que deve ser feito tantas vezes forem necessárias para quebrar essas energias maléficas e dominadoras”.

É sempre disseminado e defendido no meio religioso e doutrinário, “que a reencarnação é importante para o processo de evolução com as  sucessivas vidas terrenas, porque uma só vida, não seria suficiente  para atingirmos  a perfeição”.
...Mas, espiritualmente, a verdade é que  o Ser Humano é Luz Divina e Soberano e a reencarnação induzida ardilosamente, nos leva à uma prisão involutiva dentro da Roda da Reencarnação, porque  o ser humano foi habituado a reverenciar a falsa holografia criada pelos draco-reptilianos, como, Jesus, santo, anjo, arcanjo,krishna, Orus,cruz... com os seus agentes que a eternizaram.
Em resumo, a reencarnação terrena – por estar há milênios acontecendo inconscientemente  -  é uma ferramenta de controle das Almas que tem sido usada pelos draco-reptilianos,  criadores da dualidade,  como “trevas” e a “luz(falsa) com os hologramas existentes nas mentes dos humanos terrenos: Jesus, cruz, os santos, as santas, os anjos, os arcanjos e todos aqueles conhecidos como “mestres da Luz” na Terra.
O objetivo da hierarquia draco-reptiliana, que chamo aqui de “o astuto-mentiroso” ou demiurgo,  é controlar pela indução, o maior número de Almas possível. Assim, todos aqueles que ainda não “revogaram os acordos”, ou estão nas “trevas” ou na “Luz”(falsa) cujo controle é  do “astuto-mentiroso”. A religiosidade e as doutrinas,  se incumbiram de dar forma aos hologramas, como a cruz, a bíblia, a igreja, satanás, arcanjo, anjo, Jeová, belzebu, lucifer, nossa-senhora,orus, krishna,  santos em geral, papa, mestres ascensos, etc., etc.
O que muito importa para o “astuto-mentiroso” é ser reverenciado diretamente ou através de  seus hologramas, não importando se estão no lado das trevas ou no da Luz(falsa) uma vez que tudo tem o seu controle absoluto. Os seres humanos terrenos foram condicionados a crer na dualidade; de um lado os hologramas maléficos, como,  lucifer, satanás, inferno, pecado,   belzebu... e do lado da Luz(falsa) os “hologramas do bem” , como, os mestres ascensos, os anjos, os arcanjos Miguel, Rafael, os santos, santas, Jesus, comandantes estelares, nossa-senhora e uma infinidade de entidades canalizadas. Alguns terrenos levados a jogar para o lado trevoso e outros pelo lado da Luz(falsa e enganosa)  mas  todos, indistintamente, são controlados como meras marionetes pelo “astuto-mentiroso” ou demiurgo
O grande sigilo, guardado as sete chaves estão com os arcontes, seres executores e malevolentes mas que também, fingem ser santos, anjos, arcanjos, mestres ascensos, comandantes estelares, mestres da luz, etc. O objetivo do “astuto-mentiroso” é sugar a energia das Almas encarnadas dentro do sistema para preservar a sua existência, uma vez que a consciência deles é induzida artificialmente. Assim a dualidade trevas-luz controlada por ele, vem garantir que cada ser encarnado na Terra, esteja sob o seu controle vida após vida, num ciclo interminável, que sorve a energia  do povo terreno mantendo o “astuto-mentiroso” sempre energizado e no poder.  
De qualquer forma, o ser humano terreno, indistintamente, está sempre “servindo” ao mesmo “senhor”, seja nas trevas ou na luz(falsa).
Para a manutenção garantida da dualidade, o “astuto-mentiroso” criou os estágios de existenciais da Alma para as trevas e para a luz (falsa), nos quais as Almas iriam ascendendo aos estágios gradualmente, mas o grande segredo é que as Almas nunca alcançariam a tão almejada ascensão que lhes foi prometida, vagando infinitamente pela Roda das Encarnações Inconscientes.
                                                                    Thunna Burnama
                                                                                                               
                                                                                                                             (Continua...)
Thunna Burnama(Thunkásila Heháka Phá)




quinta-feira, 27 de julho de 2017

121.Visões no céu.

A hierarquia dos draco-reptilianos da falsa-luz, que impõe a desordem mundial,  vem induzindo energeticamente o povo da Terra à apofenia, que é um fenômeno cognitivo, de percepção ou excitamento, que compromete o sentir e leva a pessoa à ilusão de ótica, a ver, crer como verdade, e a se comover com imagens irreais ou hologramas de crenças supersticiosas no espaço. Esses povos extraterrestres  induziram a criação de crenças religiosas, facciosas doutrinas e suas deidades holográficas para limitar, oprimir, comover, criar conflitos e levar o povo à opressão e à síndrome do medo. Os patriarcas das crenças religiosas,  ficaram responsáveis pela difusão mundial do engodo pelos pregadores que usam de estratégias comoventes. Assim, os draco-reptilianos tem usado de iscas e de toda forma de indução possível, inclusive pela abdução para a “chipagem” ou invasão de corpos, onde eles recebem o nome de “entrantes”. Infelizmente os entrantes são uma realidade no nosso planeta, já há muito conhecido pelos mais “avisados”, ocupando altos cargos políticos, no governo, nas Forças Armadas, na religião, na justiça, no comando da desordem, nas gangues e nas organizações criminosas. Esses seres que buscam o domínio da Terra, se alimentam das energias de baixa freqüência dos seres humanos. O medo e a opressão são programas vigorosamente dirigidos por eles. Mulheres tem sido levadas durante o sono, à quarta dimensão para servirem-lhes sexualmente após a “chipagem”.
Não confundir essa indução extraterrestre com a  pareidolia, que é um tipo de apofenia, a qual estimula as pessoas formarem na mente, imagens das nuvens do céu, nas diferentes formas-pensamentos,  mas sem comprometimento com a expansão de consciência ou com o sentir.
Essas visões tem aparecido com certa frequência no céus de muitos lugares nestes tempos de Transição Solar, para causar prostração, comover os seduzidos pelas crenças, pelos dogmas, pelas normas textuais, pelas doutrinas e para intimidar as Obras da Soberana Fonte, que têm trabalhado arduamente para a evolução espiritual da Terra e de seu povo.
Thunna Burnama (Thunkásila Hehaka Phá)




terça-feira, 25 de julho de 2017

120.Geometria Sagrada: Ovo da Vida, Flor da Vida.

É a Linguagem Soberana da Fonte Central da Luz de onde tudo deriva e provém; é a Soberania Universal da Criação; é a comunicação que revela a qualidade adjetiva e as ações reais verbais, onde a demagogia jamais existe; é a verdade plena pois é a própria Consciência.
É também conhecida como a Flor da Vida por ser a Linguagem da Criação,tão antiga quanto o próprio Universo, porque cada molécula e célula da vida é por ela constituída.
A Flor da Vida é a Sapiência Sagrada, a Mestria da Criação revelada pelos soberanos Mestres Espirituais Criadores; é o código reservado  dos Seres Solares do Universo para a criação do TODO UM. É o Padrão de toda a Criação, de tudo que existe, mesmo aqueles intangíveis, como o pensamento, as emoções... porque tudo é interação de energias.

A Fonte Criadora Universal teve início com a Geometria Sagrada, no vácuo absoluto do Universo, onde a Consciência – sem qualquer forma física – começa a criar. Essa Consciência,  – o Grande Espírito -, se expande no seu todo, tanto quanto puder e se movimenta em torno de si, criando uma esfera em torno de si próprio que é o primeiro ciclo da Flor da Vida. O Espírito se torna ciente de tudo ao seu redor e move-se criando um segundo ciclo tangendo o perímetro do primeiro formando assim o  “Ovo da Vida” - o Grande Mistério - a origem da Criação Universal. Dentro do "Ovo da Vida"  há uma vastidão de conhecimentos e sabedoria sobre tudo, e o Grande Espírito no seus movimentos tangentes perimetralmente à outros que se formam, obtém mais e mais conhecimentos e sabedoria: a Sapiência.
 O "Ovo da Vida"  é  Luz, Poder e Vida abundante; a Sapiência. E assim mais círculos são formados no mesmo padrão, que são considerados a Geometria Sagrada  da vida.
 O Ovo da Vida é o Grande Mistério, a origem da Criação, do TODO.  A Obra da Criação é Ciência Espiritual Superior que o povo da Terra na sua maioria, ainda na sua tridimensionalidade,  bem pouco conhece, por estar ainda submisso à dogmas, doutrinamentos textuais, racionalidade e crenças religiosas.
Não são poucos os crédulos de que a Terra é o centro de tudo e que estamos só no Infinito Universo como pecadores e culpados por tudo, quando somos seres multidimensionais, multifrequenciais e a nossa Natureza é a Soberana Luz. Não há culpa nem pecado, mas experiências vivenciadas para a evolução espiritual.
O 'Ovo da Vida' é a forma obtida na interseção de dois círculos com o mesmo raio, onde um tange o perímetro do outro. Representa o estado de equilíbrio entre as energias e os mundos que se interagem. Configura, ainda, o número oito, horizontalmente, que representa o princípio e o fim.
A Sacra Geometria, certifica a presença do Grande Mistério Universal, e vem ratificar, seguramente, a Ciência Superior Espiritual aos humanos terrenos ignorantes da Supremacia da Ciência Superior Espiritual, descartando, de vez, as seitas, dogmas, doutrinas e  crenças religiosas, que vem sufocando sobremaneira, a Evolução do Planeta Terra e de seu Povo desde os seus primórdios.
Somos Centelhas da Soberana Fonte, companheiros de jornada, que, juntos, compomos o Corpo de Luz desde Planeta.
Thunna Burnama (Thunkásila Hehaka Phá)



sexta-feira, 21 de julho de 2017

119.Os Arcontes

Arcontes é uma palavra plural, usada genericamente para referir-se aos extraterrestres, ao povo que não é o humano da Terra.
Os Arcontes interferiram intensamente na existência das civilizações da Terra de outrora e consequentemente nas civilizações dos dias atuais. Como era praticamente raro fazer qualquer contato com os Arcontes em épocas passadas,  grupos foram formados para tentar  contatá-los e entender o porquê de suas vindas e interferências na Terra. Os Arcontes  maus, buscavam conhecer as fraquezas do povo para maior facilidade de intimidação, enquanto os do bem, buscavam incutir conhecimentos evolutivos em todas as áreas do aprendizado.
Os Pleiadianos, os Arcturianos, os Alkaids, os Atounianos e outros, vieram a Terra preocupados apenas em cultivar a cultura de suas colônias aqui estabelecidas, para o ensinamento evolutivo do povo. Eles buscavam encontrar colônias que estavam sob o domínio dos draco-reptilianos, dos Alpha-draconianos e dos grays altos e baixos, que desde os tempos idos tentam desestabilizar e dominar os seres humanos. São povos violentos que usam de sua alta freqüência para desarticular e promover grandes conflitos na Terra.
Eles  buscaram criar crenças religiosas, hologramas, doutrinas  e conflitos em geral  para comover, intimidar  e enfraquecer o povo, formando o grande time da hierarquia da falsa-luz do então demiurgo. Os criadores do falso karma também tomam parte muito ativa na hierarquia e infernizam o povo da Terra com fortes intimidações sugando sua energia e criando estorvos  na sua sobrevivência . No momento que a Alma deixa o corpo físico, os criadores do karma usam de intimidações dissimuladas forçando uma encarnação inconsciente, sobre a influência de falsos registros akáshicos narrados por eles.

O cristianismo e as várias crenças, foram tramadas por eles como isca para limitação, comoção e controle do povo, e seus patriarcas trataram de articular o engodo, sob a energia doentia dos arcontes maus. No cristianismo, procuraram “criar” um “messias” pobre que nasceu numa manjedoura, numa história de vida de sofreguidão para comover seus fiéis, injetando-lhes sentimentos de culpa e transgressão. Noutras religiões, transgrediram as Leis da Ciência Espiritual Superior invadindo o espaço soberano da Alma encarnada e sugando sua energia com incorporações e canalizações. Criaram doutrinas paradoxais à Espiritualidade, que fanatizaram indutivamente seus fiéis a matar os fiéis de crenças adversas, sacrificar mulheres ou vendê-las separadamente de suas crianças, como escravas sexuais. Servem ao deus da guerra e do extermínio onde não há espaço para fiéis de outras crenças, mulheres e crianças, senão para serem escravas sexuais. As mulheres são sempre vistas como “objetos descartáveis” que o homem pode dispor como desejar, inclusive matando-as. A tática dos Arcontes  maus, era gerar medo e fazer o povo da Terra acreditar em coisas que não são verdadeiras, como as crenças, doutrinas, pecado, inferno e seus hologramas, pois que os seus alimentos são as energias deletérias do sofrimento, do medo e do bloqueio humano.  Os seus propósitos são sempre criar conflitos entre os povos da Terra, para culminar numa guerra religiosa.
Thunna Burnama (Thunkásila Hehaka Phá)