terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

47. Heresia (REPOSTAGEM)



 A heresia surgiu com a igreja no Sec.XVIII, no período da Idade Média quando ela começou a sentir-se mais ameaçada por pessoas espiritualmente conscientes, mais despertas, que não aceitavam e ainda criticavam os seus infundados ensinamentos religiosos, dogmas, textos, orações, atos e ações.
Se uma heresia, é uma doutrina que se objeta frontalmente com os ensinamentos, dogmas, atos e ações da religião, é porque a própria religião é uma heresia (um contra-senso)  que se objeta frontalmente com a Espiritualidade Superior, com a Ciência Espiritual, com a própria Existência, porque todos os seres humanos terrenos são Luz Divina, manifestação da Fonte Criadora Que-Tudo-É.
É dito que “heresia” é qualquer doutrina contrária ao que foi definido pela igreja como matéria de fé, portanto, a própria igreja é herege por ter criado uma religião que é uma heresia contra Espiritualidade Superior que é a Fonte de onde tudo deriva e provém e que a própria humanidade vem certificar a sua Existência Divinal. Portanto, a igreja ainda é herege à existência da própria humanidade que é manifestação da Luz Divina.

Fora do contexto religioso, heresia é um contra-senso, algo contrário à razão, ao bom senso, algo confuso e intricado, um chamariz, uma isca. Portanto, a própria religião, mesmo fora do contexto religioso, já  é um “contra-senso, uma isca, um chamariz,  por ser um  engodo para limitação e domínio da humanidade e contrária ao Bom Senso da Espiritualidade Superior.

Qualquer crença religiosa, seita, dogma ou doutrina é uma heresia à própria Existência.
  
Thunna Burnama (Thunkásila Heháka Phá)

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

46.Religião/Jesus/Cristianismo: o maior embuste da Terra (REPOSTAGEM)



1.A Deidade Sol – 1ª parte

“O mito religioso endossado em todas as suas formas pela hierarquia draco-reptiliana da falsa-luz, criado pelo império romano e atribuído aos patriarcas da igreja, é a mais poderosa fraude da Terra, que serviu para afastar o ser humano de seu verdadeiro Caminho Espiritual, e que veio fomentar o retrocesso, a hipocrisia, o medo e o conflito ambicioso entre os povos.”

A Deidade-Viva-Sol, tem sido reverenciada e respeitada como deidade absoluta  há cerca de 12.000 anos antes de nossa era. Ele é a Deidade-Criadora e Mantenedora de toda a vida no Universo, a Luz do Mundo, o que resulta dizer, que nenhuma vida é possível sem a existência da Deidade-Sol, por ser a gênese   do TODO INFINITO. VIDA é, pois, TODO o existente no Universo, pois TUDO, absolutamente, tem vida, mesmo uma madeira que foi usada para confecção de uma mesa, por exemplo. TUDO é VIDA EXISTENCIAL e nada é morto, pois TUDO é ENERGIA dependente da Deidade-Sol, Soberana da Luz, do Poder e da Vida !

O Faraó Ankh-El Aton (Akenaton), Príncipe da Paz, pai de Tut-Ankh-Amon,(Tuthankamon), já o cultuava  monoteisticamente juntamente com outras culturas da época, que nenhuma cultura agrícola seria fértil sem a Sua energia, porque a Energia Solar é a própria vida existencial. A “própria vida existencial” é a realidade que colocou a Deidade-Sol, como a Deidade-da-Vida, Criadora e Mantenedora de todas as coisas do Universo; é o Planeta Divinal. É a Deidade Suprema da Luz e da Existência da Vida !
É o Ser-Sol que dá vida a todos os demais Seres-Astros e faz a existência ser possível em todas as suas formas. Centenas de personificações holográficas foram criadas ao longo de milênios personificando-os como se a Deidade-Sol fossem: primeiramente Horus, no Egito na Era de Gêmeos,de 6.450 antes de nossa Era à 4.300 antes de nossa Era;  depois Krishna, na Índia,na Era de Touro,de 4.300 antes de nossa Era à 2.150 antes de nossa Era;  Attis,da Frigia, na Era de Aries, de 2.150 antes de nossa Era à 1 de nossa Era e finalmente Jesus, na Era de Peixes, do ano 1 de nossa Era até 2.150 de nossa Era. A crença à Jesus já está lentamente se dissolvendo para dar lugar à personificação  holográfica de Saint Germain com a chegada da Nova Era de Aquarius  no ano 2.150. Mas este ciclo de ilusão e manipulação da hierarquia reptiliana da falsa-luz, poderá ser quebrado dependendo da ascensão ou não da humanidade. A personificação holográfica programada de Saint Germain, já está sendo “louvada” por muitos mal-informados. As personificações holográficas foram a isca afiada encontrada pela hierarquia draco-reptiliana da falsa-luz para iludir, limitar e dominar a todos  os terrenos, cada um no seu tempo.

O trajeto da Soberana Deidade-Sol através das doze maiores constelações no decorrer de 365 dias, está na mais antiga imagem na história da humanidade terrena que é a cruz do zodíaco, que também representa os doze meses do ano, os solstícios, as quatro estações e os equinócios. Desde as primeiras civilizações que os povos se encantavam com a Deidade-Sol e o reverenciavam com eloqüência e fé. Assim, foi uma grande oportunidade para que a hierarquia reptiliana da falsa-luz criasse Horus – O Olho Que Tudo Vê -, como a personificação holográfica da Deidade-Sol, para limitar, deprimir e dominar os povos.
Mas a personificação de Horus como a Deidade-Sol, não “vingou” na Terra, devido a mudança energética para uma nova era do Ciclo Solar, que acontece a cada 2.150 anos,  Krishna, a segunda personificação holográfica, em substituição, foi criada mais tarde pela hierarquia reptiliana da falsa-luz. Como a segunda também teve seu tempo limitado devido ao Ciclo Solar, a hierarquia reptiliana da falsa-luz procurou criar Attis, a terceira personificação holográfica  até chegar a personificação holográfica de Jesus  nos nossos dias.Uma outra personificação holográfica está sendo “preparada”, uma vez que  a Era de Peixes personificada pela holografia de Jesus  está chegando ao fim para dar início a Era de Aguarius em 2.150 de nossa Era, que será  personificada holograficamente por Saint Germain se a humanidade não se ascender à Espiritualidade Superior, deixando as crenças religiosas com suas doutrinas.

Como os reptilianos são humanóides com cabeça de animal, de réptil, o “astuto-demiurgo reptiliano”da hierarquia reptiliana da falsa-luz, buscou criar o ser holográfico  Horus, com a cabeça animal.
A Deidade-Sol, personificada por Horus, recebeu inúmeros títulos, como A Luz do Mundo, o Salvador e Mantenedor da humanidade, o filho de deus, o filho unigênito de deus e vários outros.
Horus ficou como personificação da Deidade-Sol no Egito, em 6.450 antes de nossa era até 4.300 antes de nossa Era.

2.Personificações holográficas – 2ª parte

A história criada para Horus pela hierarquia reptiliana da falsa-luz, foi que ele nasceu a 25 de dezembro de uma virgem. O seu nascimento foi marcado por uma estrela que foi seguida por três reis em busca do recém-nascido. Aos 12 anos era uma criança prodígio e aos trinta, foi batizado por Anúbis, e logo começou o seu ministério. Horus teve 12 discípulos que viajavam sempre em companhia dele para curar os enfermos. Os nomes estabelecidos para Horus foram: A Luz, A Verdade, Cordeiro de deus, O filho de deus, etc., etc. Foi traído por Tifão, crucificado e sepultado por 3 dias e então ressuscitou. Esses atributos dados a Horus influenciou várias culturas mundiais cumprindo o propósito da hierarquia reptiliana da falsa-luz, que os repetiu  nas próximas vindouras personificações holográficas, cuja próxima foi Krishna, depois Attis, depois Jesus. Entretanto, é oportunamente importante mencionar, que não foram somente essas personificações holográficas criadas, mas várias. Eis algumas: Dionísio, Cádmus e Adonis, da Grécia; Mithra e Zoroastro, da Pérsia; Budha, da Índia; Salivahana, das Bermudas; Osíris, Orus e Zhule do Egito; Baal e Taut, da Fenícia; Indra, do Tibete; Ball, do Afganistão; Jao, do Nepal; Thammuz, da Síria; Adad, da Assíria; Sammonocadam, do Sião; Alcides, de Theba; Beddru, do Japão; Eros, dos Druidas; Thor, da Gália; Quexalcote, do México; Ischy, de Formosa; Tien e Fohi, da China; Qurinus, de Roma e Prometheus, do Cáucaso. A hierarquia da falsa-luz tem agido ferrenhamente há milênios, para o domínio da Terra, e por essa razão havia mais de quarenta  outras personificações em diferentes períodos em diversos lugares da Terra, que mantinham as mesmas características dadas de Horus à Jesus.
Como os  extraterrestres reptilianos estão numa dimensão superior à atual dimensão da Terra e numa freqüência muito mais alta, eles detém conhecimentos e poderes energéticos fabulosos, podendo, inclusive, ocuparem a forma que desejarem.São seres muito evoluídos,  conhecedores das Leis Universais, mas que optaram pela escuridão e não pela Luz Divina. Assim, para garantidamente conseguirem iludir e enganar a humanidade terrena, usaram os mesmos atributos para todas as personificações holográficas da astrologia  para não restar dúvidas aos descrentes e os comoverem.

Por que todos terem nascidos a 25 de dezembro?  todos terem sido traídos,  mortos, sepultados e após 3 dias ressuscitados ? Por que todos tiveram 12 seguidores ou discípulos  ? Todos receberam vários títulos, mas por ter na Terra de agora, muito mais pregadores e igrejas do que nos tempos idos, a lista de  títulos dados à personificação holográfica Jesus é bem  maior; pelo simples motivo de cada pregador criar um título emotivamente para comover os menos-informados na Terra.

Em 325 de nossa era, o imperador Constantino, de Roma, idealizador e criador da bíblia com os seus políticos, se reuniram num conselho ecumênico em Nicéia. Foi nessa reunião que as doutrinas políticas com escopo cristão, foram estabelecidas por influência energética da hierarquia reptiliana da falsa-luz. Daí, a bíblia foi criada e começou uma hecatombe e grandes fraudes espirituais. Mentiras, invenções e criações religiosas nos moldes políticos tinham grande valia e nos próximos mais de 1.600 anos que se seguiram, o Vaticano dominou e vem dominando política e financeiramente  toda a Europa. O holocausto deu inicio por todos os países europeus com vitimação de milhares de crianças e adultos inocentes, onde devido as apropriações, os cofres das igrejas se abarrotaram de escrituras imobiliárias, ouro, pedras preciosas, moedas de ouro, telas de altíssimos valores e outras grandes valias. 
Thunna Burnama (Thunkásila Hehaka Phá)





domingo, 11 de fevereiro de 2018

45. O cosmopolismo da Terra (REPOSTAGEM)



                                                                   Informação consciente é Luz !
A pluralização e a diversificação da Terra, vem oportunizando a muitos alienígenas viverem aqui  adaptando-se perfeitamente e sem qualquer outro problema. E há muitos pleiadianos, arcturianos, marcianos, sirianos, reptilianos e outros vários seres alienígenas entre nós, e isto não é ficção científica. A mídia tem procurado esconder muitas informações e contatos que os seres de luz pleiadianos, arcturianos  e outros seres estelares tem  feito na Terra desde há milhares de anos e muito mais agora nesta Transição Cósmica pela qual a Terra passa.
Os pleiadianos, arcturianos, sirianos e seres de centenas de planetas evoluídos, podem assumir a forma que quiserem, como animal, vegetal, objetos, gás, nuvem... sendo que a forma humana é muito simples de ser assumida. Há milhares de seres de diferentes espécies vivendo aqui que assumiram a forma humana terrena e já inclusive tiveram filhos com mulheres da Terra. Nós, os humanos da Terra ainda não evoluímos o bastante para sabermos com quem ou com o que estamos lidando ou falando, porque a Terra ainda está presa às energias negativas das crenças religiosas, seitas, dogmas, doutrinas e pregações ardilosas, que trazem a ambição, ilusões, preceitos sociais, discórdias e grandes conflitos. A enorme maioria dos humanos terrenos ainda está “jogando para o lado escuro”. Já há muitas espécies que nasceram aqui, de ventres terrenos e continuam a se desenvolver como se fossem humanos terrenos. Muitos deles têm origens diferenciadas no Multiuniverso e muitos vieram até mesmo de galáxias distantes. Há uma enorme quantidade de seres de outras galáxias por aqui. O grande interesse de muitos alienígenas e até os de mundos distantes, são as riquezas de informações que há aqui na Terra como a atuante energia sexual, por exemplo. Acreditem, nós humanos da Terra estamos “nos esbarrando” com vários seres alienígenas por aí, sem que muitos ainda não se dão conta de onde são, como são ou quem são.
Dificilmente nós, humanos da Terra, conseguimos perceber as atividades alienígenas aqui na Terra, porque alguns acham que isso é ficção científica, levando na brincadeira, quando, às vezes, muitos já, inclusive, tem um alienígena na sua família, como vizinho  ou como colega de trabalho, como marido ou como esposa,  sem se darem conta disso. Se o alienígena é do mal, o problema pode ser muito danoso, razão porque por ser a Glândula Pineal, o Portal entre o mundo físico e o mundo espiritual, aconselha-se, que antes de dar início a qualquer contato com seres alienígenas, o ser humano terreno já tenha a sua Glândula Pineal totalmente descalcificada, o que significa ter a Terceira Visão totalmente aberta para segurança nos contatos. Há muitos de nós sendo “influenciados” por alienígenas do mal,  achando serem seres da Luz. 
A influência alienígena na Terra é enorme, mas enormemente maior que muitos de nós, humanos  terrenos, possamos imaginar. Esse desinteresse nem sempre vem de nós, humanos da Terra, mas é causado pela pesadíssima energia negativa das crenças religiosas e doutrinas  causadores da ambição, da vaidade, do preconceito e dos conflitos, que envolvem o planeta com o propósito de “cegar” ou confinar a uma visão muito curta do que realmente está se passando.É muito importante que a Terra saia das garras das crenças e das pregações gananciosas que infestam o planeta há séculos. Essa energia que envolve o planeta é devido aos interesses de muitos extraterrestres trevosos da hierarquia da falsa-luz, em dominar e cegar o povo levando-os à submissão. E para alcançar seus objetivos, se utilizam dos próprios humanos terrenos, abduzindo-os para “chipá-los”, fazendo-os de “receptores entrantes” e usando de programações como acontece nas igrejas, nas religiões, nas doutrinas, nas pregações, nas  incorporações e/ou canalizações, sistema de governo, políticos, mídia... Isso é um controle que vem limitar e submeter o povo da Terra levando-os, sutilmente, ao domínio escravo.  Não fosse por esse pesadíssimo e forte controle energético negativo das religiões, doutrinas, pregações e ambição que agem como iscas afiadas,  a Terra seria muitíssimo diferente da “prisão” que hoje ela representa no Multiuniverso.
Há milhares de centenas de nós, que sequer imaginam o que realmente está acontecendo no planeta, quando o alvoroço energético é, verdadeiramente, enorme, trazendo pesadíssimos riscos para o planeta, inclusive de extinção da civilização conforme já aconteceu algumas vezes nos primórdios. A condução de uma vida serena na Terra depende, única e exclusivamente da consciência de seu povo em desconsiderar as igrejas, as doutrinas, as religiões e seus pregadores, as incorporações e canalizações, a ambição e a política desonesta, além de outros “problemas do coração”. Muitos seres da Luz que vieram para a Terra, não sabem de seus propósitos de terem vindo, devido a enorme influência das energias negativas das crenças religiosas. Alguns tentam reaver sua luz para lembrar o propósito pelo qual estão aqui, e outros não conseguem por sentirem o peso da grande influência do pesadíssimo-danoso sistema. Cada vez mais aumenta o número das chamadas “igrejas” e consequentemente o número de pastores, que devoram a liberdade evolutiva da Terra e põe em “xeque mate” os seus habitantes.
Em verdade, os alienígenas chegam aqui, assumem a forma humana terrena que somente alguns de nós da Terra, que estiverem na busca ferrenha da Luz, podem perceber. E há muitos entrantes do mal assumindo posições na política,nas religiões, nas Forças Armadas e no governo. Outros se transformam em vegetais, animais caseiros, mineral, gás, núvem ... e submetem os humanos ao retardamento à Luz, tornando-os “escravos sutis” dos alienígenas. Por outro lado, muitos são tão iluminados que poderiam até mesmo ser confundidos com “deidades divinas” como aconteceu na Terra há milhares de anos passados, abrindo portas para energias negativas das religiões e doutrinas  que são as portas de entrada das pesadas energias negativas submissas, controladoras, doentias e conflitantes. Essas pesadas energias negativas oportunizam o desemprego, fazendo com que os ociosos se tornam pregadores, infestando a Terra de seres deletérios com pesadas energias do medo, das limitações, das enfermidades, das submissões...
Há seres muito elevados vivendo entre nós humanos da Terra, mas também há muitos seres malignos, iludindo a muitos com mentiras, pregações e invenções das religiões, incorporações, canalizações, hologramas, etc., envolvendo, aliciando e seduzindo a tantos milhões de  incrédulos mormente através de falsas mensagens pela internet.
Thunna Burnama (Thunkásila Hehaka Phá)

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

44.O Plano Astral, o que, verdadeiramente, é ! (REPOSTAGEM)



É uma faixa de existência etérea, de nível imensurável em torno da Terra, onde aqueles que ainda não estão prontos para ouvir a voz de suas Almas, se encontram. Nessa faixa etérea, criam suas próprias prisões, bloqueios e peias, por não permitirem que seus convencimentos e crenças se fundamentem na plena sabedoria de suas Almas, mas nas de suas próprias convicções. É também chamada de quarta dimensão, e é nessa faixa etérea de baixa freqüência,  que está sediada a hierarquia reptiliana da falsa-luz com o seu time de espíritos incorporadores/canalizadores, que se passam por espíritos de luz ou hologramas.
A Soberana Fonte não interfere na soberania da Alma e se comunica por meio telepático, no coração, respeitando as Leis Universais de não sugar a energia e/ou invadir o espaço soberano da Alma encarnada. O coração é a mente do espírito encarnado iluminado, receptor do amor incondicional da Fonte.
Thunna Burnama (Thunkásila Heha Phá)

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

43.O Grande Sol Central (REPOSTAGEM)



Centro de todo o Cosmo, a Luz do Mundo, o equilíbrio energético e regente de toda a vida  existencial; o Princípio-Criador do Todo de onde tudo se flui, deriva e provém; a Grande Consciência do Todo e gênesis multiuniversal.
Na inexistência do Todo, a Grande Consciência se fez o Grande Ser-Solar e fragmentando-se criou o Todo Existente, as Almas e um Sol para cada Galáxia. Assim, cada um desses Sóis, é um Ser-Centelha-Divinal do Ser-Solar, que reflete o Sopro de Vida a todos nós Seres Existenciais Multiuniversais na sua própria Galáxia, que gravitam em torno do Ser-Planetário Soberano Sol Central.
O Grande Ser-Solar com sua Consciência Divina, se fez um Planeta Central e nele se universaliza com a Mestria Divinal Solar. Todos nós, caminhamos para esse retorno: o Retorno ao Lar Original.
“Eu sou a Luz do Mundo; o equilíbrio energético de toda a existência; o Princípio-Criador do TODO; eu sou a própria vida.”

Thunna Burnama (Thunkásila Hehaka Phá)
  




  

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

42.Os Telosianos da Intraterra (REPOSTAGEM)



São humanos intraterrestres, descendentes das grandes, antigas e extintas civilizações avançadas da superfície, como Atlantis(Lanka) e Lemúria(Burnama). São seres de dimensões superiores a da Terra que vivem cercados de altíssima tecnologia, sendo seres pacíficos, vivendo na Luz, que buscam ajudar a superfície da Terra em muitas situações.
A gigante e moderníssima cidade de Telos, com mais de um milhão de pacíficos habitantes, fica abaixo do Monte Shasta, na Califórnia e muitos de seus habitantes tem feito contatos telepáticos conosco, humanos da superfície, e transcrevem muitas informações sobre a estrutura de sua civilização e conexão com a antiga Lemúria. Uma das princesas telosianas está vivendo na superfície já há um bom templo esférico. Falam o Solara Maru, - idioma falado na Lemúria naquele tempo -, e o Inglês.

Mount Shasta é uma pequena cidade de 3.400 habitantes na superfície, no Condado de Siskiyou naquela proximidade nórdica da Califórnia.

Os telosianos são humanos carnais como nós da superfície, afora que eles tem total controle de suas consciências de massa, que mantém somente  pensamentos de imortalidade, Luz, evolução espiritual, serenidade, amor incondicional  e perfeita saúde. Não há ambição ou ódio entre eles, mas amor incondicional. Os telosianos podem viver milhares e milhares de anos no mesmo corpo sem apresentar qualquer doença por mais insignificante que seja.

Eles enfrentaram muitas dificuldades, calamidades e invasões de seres extraterrestres ardilosos, vivendo na superfície, razão porque decidiram dar continuidade à evolução espiritual deles no subterrâneo, há cerca de doze mil anos, antes de uma guerra nuclear térmica planetária, que aconteceu  na Terra e veio destruir a superfície.

Eles foram avisados pela Hierarquia Espiritual sobre tal acontecimento, que os pediu que evacuasse às pressas a superfície da terra para uma grande caverna subterrânea, formada por um enorme sistema  de túneis que se espalha por todo o planeta.

A esperança era que todos os Lemurianos fossem salvos dessa guerra nuclear, mas infelizmente o tempo só foi suficiente para salvar cerca de vinte e cinco mil Almas, pois os demais foram mortos pela contaminação e explosão radioativa.

Como nós, que vivemos  na superfície, já andamos há muito, sentindo os impulsos de consciência nesta Transição Solar, em preparação da humanidade para a passagem do Sistema Solar e da Terra, pelo Cinturão de Fótons,  os telosianos sentiram  que deviam começar a entrar em contato conosco da superfície, para que tivéssemos conhecimento da existência deles e todo o planeta pudesse se unir, isto é, nós da Luz de cima com eles da Luz de baixo, formando um só Povo da Luz Divina. Tem havido recentes contatos telepáticos de telosianos conosco da superfície.

Num futuro não muito distante, os telosianos acreditam deixar o subsolo e poderem unir-se a nós na superfície para formar uma Grande Civilização da Luz Divina, caso os terrenos da superfície venham a ter uma consciência de luz telepática, porque eles só se comunicam por telepatia.

Eles se dizem  gratos a nós, se pudéssemos fazer a correta divulgação da existência deles e nos pedem para fazer contatos telepáticos com eles,  para que eles possam se interagir. 
Thunna Burnama (Thunkásila Hehaka Phá)


                                                                    

sábado, 27 de janeiro de 2018

41.Uma só "deidade" ? (REPOSTAGEM)

                                                                       Informação consciente é Luz!
O conceito de uma "deidade" única, suprema e venerada, é falso e contra os Princípios e Leis Universais, que regem a Espiritualidade Superior e que não aceitam louvações ou honrarias,  pois "deus" é todo ser que alcançou a Alta Frequência  da Luz, tornando-se capaz de criar, é pois um "Criador, um Geneticista, um Sábio, um Mestre”, expansão da Soberana Fonte Que-Tudo-É. 
Dispomos dessa faculdade mas precisamos resgatar a nossa Consciência Divina sequestrada pelos “criadores do carma” da “ hierarquia draco-reptiliana da falsa-luz” do “astuto-demiurgo” no exato  momento de deixar a nossa “vestimenta carnal”.  Somos “deidades” em potencial, extensão da Soberana Fonte Central da Luz, do Poder e da Vida, mas há muitos iludidos que creem ser Buscadores da Luz Divina, Trabalhadores da Luz, Terapeutas holísticos, Reikianos ou Xamãs que, infelizmente não perceberam ainda que estão sendo manipulados pela “hierarquia draco-reptiliana da falsa-luz”  nas canalizações, nas mesclagens, nos falsos textos, nas doutrinas e nas religiões. A canalização é “a outra face” da incorporação que  é falsamente usada como “isca” pela “hierarquia draco-reptiliana da falsa-luz”como se fosse manifestação dos seres da Luz, para iludir os vaidosos, os gananciosos e os pouco-informados e que fere pesadamente as Leis Universais.
Em outras palavras, as incorporações/canalizações não são manifestações da Soberana Fonte da Luz Divina, mas da “hierarquia draco-reptiliana da falsa-luz” com o seu time de espíritos enganadores, sugadores de energias e os deletérios, que não respeitam as Leis Universais contra a invasão do espaço soberano do ser encarnado, e iludem os humanos da superfície da Terra.

Nada devemos e não somos culpados de coisa alguma! O que passamos enquanto encarnados, são experiências que nossas Almas escolheram passar, entretanto todos nós terrenos assumimos, inconscientemente, passar por inúmeras tribulações denominadas” carmas” criadas pela “hierarquia draco-reptiliana da falsa-luz,”  para nos limitar, oprimir, amedrontar, dominar  e nos fazer geradores das  energias do medo e da culpa para alimentá-los, porque eles se mantém dessas energias.

A igreja – continuidade do império romano -,  moldou uma falsa"deidade" criadora, julgadora e condenadora, que se senta num trono como sendo única e suprema, onde, segundo a igreja, somos  devedores, culpados e imagem e semelhança dela, quando isso é uma grande farsa.A "deidade” moldada e criada pela “hierarquia draco-reptiliana da falsa-luz”que a igreja deu continuidade como  “isca”,   não é  nossa Criadora. Fomos criados por seres humanos extraterrestres evoluídos, geneticistas da Alta Frequência da Luz, cuja atribuição teremos também no futuro ao atingirmos a Alta Frequência da Luz. Somos a imagem e semelhança de quem  nos co-criou com o propósito de sermos co-criadores, uníssonos com a Fonte Central da Luz, do Poder e da Vida de onde tudo deriva.
Mitákuye Oyás’iŋ ogná wičhóni thawóškake na héchetu weló !=Somos todos UM na Teia da
Vida e assim é ! 
                (Favor citar a fonte ao compartilhar meus textos-mensagens ou parte deles)
Thunna Burnama (Thunkásila Hehaka Phá)